Make your own free website on Tripod.com

Monte Sinai

Uma Incrível Similaridade Entre o Rei Herodes e o Líder Palestino Yasser Arafat (já morto).

 

 

As palavras proféticas em Oséias 6:2 soam especialmente verdadeiras - "Vinde, e tornemos ao SENHOR, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida. Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele." A aflição de Israel por 2.000 anos pode estar chegando ao fim! As agitações e provocações dos palestinos contra os judeus no Monte do Templo é a repetição da história, para o cumprimento do plano profético de Deus! Nas notícias do dia a dia!

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia a dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler este artigo, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Profecia Bíblica Pertinente: Oséias 6:1-2 - "Vinde, e tornemos ao SENHOR, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida. Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele."

Os estudiosos da Bíblia sempre concordaram que essa anunciação profética realmente significa que Deus afligirá Israel por 2.000 anos e então irá despertá-lo e trazê-lo de volta à vida no início do terceiro milênio de suas aflições. Com base em quais versículos esses estudiosos fazem esse julgamento?

"Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia." [2 Pedro 3:8]

"Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite." [Salmos 90:4]

Esses dois versos nos dizem que "um dia" na anunciação profética pode ser seguramente interpretado como mil anos. Realmente, o renascimento de Israel, praticamente na marca dos 2.000 anos parece dar crédito a esse conceito. No entanto, essa surpreendente revelação dá até maior crédito. Poderia ser que, aos olhos de Deus, o retorno de Israel de volta à sua terra em maio de 1948 não tenha sido o cumprimento de Oséias 6:1-2? Observe cuidadosamente as palavras neste verso:

"Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dias nos ressuscitará, e viveremos diante dele." É possível que, de maio de 1948 até agora, Israel não tenha sido despertado para que possa viver diante de Deus? Essas palavras referem-se claramente a um despertar espiritual. Vamos revisar outra profecia pertinente com relação ao renascimento de Israel como nação nas mãos de Deus. Considere Ezequiel 37, a profecia do Vale dos Ossos Secos. Deus refere-se à nação morta de Israel como "o Vale dos Ossos Secos", e mostra como vai ressuscitá-la. Observe que Deus diz que começará a restaurar a nação de Israel em sua terra em um estado de incredulidade nele!

"Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos achegaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles; e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito." [Ezequiel 37:7-8]

Em maio de 1948, Deus fez a nação de Israel voltar miraculosamente à existência, desafiando toda a lógica e os precedentes históricos, pois nenhuma nação que esteve fora de seu território por mais de 500 anos já retornou a ele, para reivindicá-lo e reconstruir o país. No entanto, Deus trouxe Israel de volta à sua terra após um período de quase 1.900 anos de afastamento, usando os eventos das duas Guerras Mundiais e o Holocausto Nazista. Esses eventos certamente podem ser imaginados como Israel juntando-se em "um ruído e em um rebuliço e os ossos achegando-se, cada osso ao seu osso."

Deus trouxe Israel de volta em um estado de descrença em seu Filho, Jesus Cristo. Na verdade, os líderes originais, desde Ben Gurion em diante eram judeus europeus Iluministas que nem mesmo criam em Deus; a maioria dos judeus europeus não cria em Deus, por causa do Holocausto Nazista. Eles acreditavam que, se Deus existisse, nunca teria permitido que seu povo escolhido quase fosse aniquilado nas mãos de um louco satânico. Ignoravam totalmente as advertências de Deus, feitas há quase 3.000 anos, em Deuteronômio 28:

"Se não tiveres cuidado de guardar todas as palavras desta lei, que estão escritas neste livro, para temeres este nome glorioso e temível, o SENHOR TEU DEUS, então o SENHOR fará espantosas as tuas pragas, e as pragas de tua descendência, grandes e permanentes pragas, e enfermidades malignas e duradouras; e fará tornar sobre ti todos os males do Egito, de que tu tiveste temor, e se apegarão a ti. Também o SENHOR fará vir sobre ti toda a enfermidade e toda a praga, que não está escrita no livro desta lei, até que sejas destruído. E ficareis poucos em número, em lugar de haverem sido como as estrelas dos céus em multidão; porquanto não destes ouvidos à voz do SENHOR teu Deus. E será que, assim como o SENHOR se deleitava em vós, em fazer-vos bem e multiplicar-vos, assim o SENHOR se deleitará em destruir-vos e consumir-vos; e desarraigados sereis da terra a qual passais a possuir. E o SENHOR vos espalhará entre todos os povos, desde uma extremidade da terra até à outra; e ali servireis a outros deuses que não conheceste, nem tu nem teus pais, ao pau e à pedra. E nem ainda entre estas nações descansarás, nem a planta de teu pé terá repouso; porquanto o SENHOR ali te dará coração agitado, e desfalecimento de olhos, e desmaio de alma. E a tua vida, como em suspenso, estará diante de ti; e estremecerás de noite e de dia, e não crerás na tua própria vida. Pela manhã dirás: Ah! quem me dera ver a noite! E à tarde dirás: ah! quem me dera ver a manhã! pelo pasmo de teu coração, que sentirás, e pelo que verás com os teus olhos. E o SENHOR te fará voltar ao Egito em navios, pelo caminho de que te tenho dito; nunca jamais o verás; e ali sereis vendidos como escravos e escravas aos vossos inimigos; mas não haverá quem vos compre." [Deuteronômio 28:58-67]

Em seguida, em Jeremias 13:22, Deus diz aos judeus exatamente por que os punirá com esses golpes terríveis, o início de um tempo conhecido na Bíblia como Tempo dos Gentios. "Quando, pois, disseres no teu coração: Por que me sobrevieram estas coisas? Pela multidão das tuas maldades..."

Esses versículos resumem sucintamente a essência da Diáspora de 1.900 anos, não resumem? Deus realmente mantém suas promessas e suas ameaças. Portanto, Israel foi estabelecido em um estado de descrença, exatamente como descrito em Ezequiel 37:7-8.

No entanto, Deus promete em Ezequiel 37:9-10 que depois colocará o espírito de vida dentro desse Israel recém-restaurado! Veja:

"E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor DEUS: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo."

Não conhecemos a extensão de tempo entre os versos 8 e 9, mas recebemos a certeza do fato que Deus restauraria inicialmente Israel em sua terra no "fim dos anos" [Ezequiel 38:8] em um estado de incredulidade, mas depois restauraria suas vidas espirituais. Em Joel 2:18, Deus diz exatamente como restaurará a vida espiritual:

"Então o SENHOR se mostrou zeloso da sua terra, e compadeceu-se do seu povo."

[Nos versos 19-26, Deus anuncia a restauração de Israel de volta à sua terra em uma restauração nacional, terminando nos versos 26 e 27, com a promessa, "Meu povo nunca mais será envergonhado."] Agora, vamos continuar com os versos 28 e 29:

"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito."

Israel está agora nesse ponto histórico de restauração? Está diante do precipício do cumprimento da promessa de Deus em Ezequiel 37:9 e Joel 28-29, que derramará seu Espírito sobre toda a casa de Israel? Se é assim, quando isso ocorrerá? Já se passaram exatamente 2.000 anos? Se você contar desde o ano 70, então não se passaram 2.000 anos. Mas, Deus conta a partir do ano 70? Se você compreender que Jesus Cristo foi, e é, o ponto mais alto de todo o Plano Redentor de Deus para Israel, então precisa reconhecer a possibilidade de Deus ter iniciado sua contagem regressiva de uma maneira conectada com o nascimento de Jesus Cristo. Com isso em mente, vamos retornar à nossa manchete original para revisar algumas notícias surpreendentes.

Ontem [10 de janeiro de 2001], mantive uma conversa com um professor aposentado de seminário, que deseja permanecer anônimo, e ele me disse que de janeiro a março do ano 3 a.EC, o rei Herodes sabia que estava morrendo. Jesus tinha nascido seis meses antes, por volta de setembro do ano 4 a.EC. Herodes prendeu os anciãos de Israel, o sumo sacerdote, e os sacerdotes que serviam no templo, e deteve-os dentro dos muros do templo. Ele então ordenou ao comandante da guarda do templo que matasse imediatamente esses líderes judeus assim que recebesse a notícia da sua morte. Herodes detestava os judeus, pois era um edomita, da Casa de Esaú, o que significa que hoje, seria considerado um palestino!

As ações de Herodes contra os líderes judeus no ano 3 a.EC provocaram agitações em todo Israel, mas especialmente entre os judeus zelotes, que hoje seriam considerados partidários da extrema-direita. Herodes queria que uma ação fosse tomada após sua morte para destruir o estado judaico para sempre. Queria fomentar uma rebelião armada que fizesse Roma intervir, matar os judeus e lançá-los para fora da sua terra para sempre. Isso realmente aconteceu no ano 70, quando os judeus zelotes rebelaram-se contra Roma. Se Herodes tivesse sido bem sucedido no ano 3 a.EC, Satanás poderia ter atrapalhado o ministério de Jesus Cristo. Portanto, quando o comandante da guarda soube que Herodes tinha morrido, recusou-se a cumprir a ordem e libertou os anciãos, o sumo sacerdote e os demais sacerdotes do templo.

Hoje, exatamente 2.000 anos mais tarde, outro líder palestino, Yasser Arafat, está tomando medidas que estão causando aflições e agitação em Israel, como a agitação em torno do Monte do Templo. Sua Intifada armada é parte de uma Guerra Santa [Jihad] planejada para expulsar Israel de sua terra. E, exatamente como aconteceu há 2.000 anos com Herodes, a direita judaica [os zelotes] está furiosa e opõe-se veementemente à intransigência árabe sobre o Monte do Templo.

Vamos examinar essa oposição dos zelotes da direita revisando uma notícia de 8 de janeiro de 2001, escrita por Gershon Salomon, fundador e diretor dos Fiéis do Monte do Templo, uma organização que há 33 anos está totalmente comprometida com a reconstrução do Templo no Monte do Templo.

Resumo da Notícia: "Israel em uma Revolução Motivada por Deus em Torno do Monte do Templo: 500.000 Israelenses Juram Fidelidade ao Monte do Templo e a Jerusalém.", por Gershon Salomon, fundador dos Fiéis do Monte do Templo, mensagem de correio eletrônico de 9/1/2001.

"Ontem a nação de Israel entrou em uma nova fase de sua história. A renovação do profundo vínculo entre Israel e o Monte do Templo, que nos últimos trinta e três anos, desde a libertação do Monte do Templo e de Jerusalém, na Guerra dos Seis Dias, esteve sob o cativeiro árabe islâmico, expressa uma nova fase na marcha de Israel rumo ao cumprimento dos planos proféticos de Deus para Israel: a reconstrução do templo e tornar Jerusalém a verdadeira capital do povo de Israel unicamente e, depois, o foco de toda a terra. Ninguém poderá parar esse processo divino que está ocorrendo agora na terra de Israel." [ênfase acrescentada]

Sim, faz 33 anos que Israel recapturou Jerusalém e o Monte do Templo. Esse número é importante para Deus, pois foi o número de anos que Jesus Cristo viveu na terra. Foi nesse ano de sua vida que ele morreu para salvar a humanidade de seus pecados. Agora, nesse ano do controle de Israel sobre o Monte do Templo, poderia ser o tempo para a reconstrução do templo?

Sempre acreditei que isso seja possível. Somente o tempo dirá, é claro, mas é altamente interessante que essa celebração dos grupos judaicos que advogam a reconstrução do templo ocorreu em 8 de janeiro de 2001, exatamente um pouco depois de 33 anos e meio após Israel ter recapturado Jerusalém e o Monte do Templo, em 7 de junho de 1967! [Data da tomada do Monte do Tempo obtida no site Zionist Century, em http://www.jajz-ed.org.il/100/maps/six.html]

Acho muito interessante que Jesus também tinha 33 anos e meio quando foi crucificado! Esses números são muito interessantes, mas preciso confessar que não sei o que tudo isso significa.

Mas, no mínimo, Gershon Salomon, o líder dos Fiéis do Monte do Templo, proclamou que essa celebração criou a situação que "Ontem [8/jan/2001] a nação de Israel entrou em uma nova fase de sua história." Vamos voltar a essa reportagem.

"Ontem à tarde [8/1/2001], 500.000 israelenses, seculares, religiosos e ultra-religiosos, estiveram diante do Monte do Templo e na Porta de Jaffa da Cidade Antiga de Jerusalém e, em um momento histórico muito emocionante, juraram fidelidade ao Monte do Templo em Jerusalém”. [Gershon posteriormente transmitiu um boletim especial de alerta, informando que a imprensa ocidental, e a mídia judaica liberal estavam subestimando o número verdadeiro de participantes na concentração. Alguns informes da imprensa falavam em apenas 10.000, mas Gershon insiste que o número real foi 500.000].

"Eles juraram no nome da nação de Israel, como seus antepassados juraram milhares de anos antes no mesmo local: "Se eu me esquecer de ti, ó Jerusalém, esqueça-se a minha destra da sua destreza. Se me não lembrar de ti, apegue-se-me a língua ao meu paladar; se não preferir Jerusalém à minha maior alegria." [Salmos 137:5-6] Esse foi o clímax de um evento e de uma concentração histórica que ocorreram em um momento muito crítico na história de Israel quando tantos inimigos de Deus e do povo de Israel querem tomar o Monte do Templo e Jerusalém de nós e torná-la não mais Jerusalém, o monte e a cidade do Deus de Israel, mas uma Al Quds islâmica."

Observe que Salomon reconhece este tempo como sendo "o clímax de um evento histórico... que ocorreu em um momento muito crítico na história de Israel..." Exatamente quão crítico foi, será demonstrado em alguns momentos.

"Não é acidente que esse evento ocorreu ao mesmo tempo em que o presidente norte-americano Bill Clinton disse nas Nações Unidas que fará tudo o que puder para ver Israel dividido e que um 'Estado Palestino' seja criado na Judéia, Samaria e Gaza, as áreas mais bíblicas da terra de Israel, e que sua capital seja no Monte do Templo e a Jerusalém bíblica, chamada Al Quds, sob a soberania palestina. É somente Deus que faz essa concentração ocorrer ao tempo que o presidente Clinton fazia essa maligna afirmação, sem demonstrar respeito a Deus. Em nome de todo o Israel, o prefeito de Jerusalém, Ehud Olmert, disse na ocasião que Deus e o povo de Israel nunca cederão e permitirão que isso aconteça. Ele afirmou que Jerusalém foi conquistada por Davi, o maior rei de Israel, para ser a capital eterna do povo de Israel, por causa do Monte Moriá, a casa de Deus, o Monte do Templo, no meio dela. Ele disse que o Monte do Templo é o coração, a alma e o foco eterno da nação de Israel. Jerusalém foi construída pelos israelitas milhares de anos antes da ocupação árabe em Jerusalém e na Terra Santa."

Assim, podemos ver que uma pessoa de alto escalão, como o prefeito de Jerusalém, Ehud Olmert, parece ciente da importância bíblica e histórica de Israel voltar à sua terra. Agora que Israel já está na terra há 52 anos, e controlando o Monte do Templo por trinta e três anos e sete meses, Salomon e Olmert estão mais cientes da importância bíblica e histórica do Monte do Templo para o povo judeu e para a nação de Israel. Realmente, se os palestinos pudessem negar ao povo judeu o Monte do Templo, dariam um golpe de punhal no coração do Israel religioso. Salomon continua:

"Em toda a história, Jerusalém sempre foi uma capital israelita. A ligação entre Deus, o povo de Israel e Jerusalém é única na história de toda a humanidade. De todas as partes do mundo, os judeus e israelenses oram e esperam em direção a um local, o Monte do Templo, o Santo dos Santos de Israel, a colina do Deus de Israel. O Monte do Templo expressa e simboliza todas as esperanças de redenção e de retorno à terra prometida."

Os judeus religiosos olham para o Monte do Templo esperando de lá a redenção, não para Jesus Cristo. No entanto, parece lógico que o primeiro passo para o judeu reconhecer Jesus como seu Messias seria um retorno ao estudo e compreensão do Antigo Testamento, como Jesus disse, "as Escrituras testificam de mim" [João 5:39] Os judeus religiosos estão realmente "examinando as Escrituras", um primeiro passo necessário para que seus corações sejam amolecidos e Yaohushua possa habitar neles. Vamos continuar, para que você veja como Salomon conhece bem as profecias do Antigo Testamento referentes ao fim dos tempos.

"Como disse um dos nossos caros amigos, não é nada menos que um milagre que o Monte do Templo tenha se tornado o foco dos israelenses seculares e religiosos. Tudo em Israel é um milagre, especialmente tudo que está conectado com o Monte do Templo, a colina de Deus. Deus está dirigindo a história de Israel e podemos sentir sua mão em todos os acontecimentos que ocorrem em Israel nestes tempos finais em que estamos agora vivendo." [Ênfase acrescentada]

Precisamente 2.000 após um líder palestino, o rei Herodes, o Grande, causar uma profunda agitação entre os judeus zelotes sobre a situação no Monte do Templo, o líder palestino atual, Yasser Arafat, está provocando um conflito similar com os judeus zelotes com suas ações no Monte do Templo. Salomon está correto em reconhecer o "milagre" que está ocorrendo hoje no Monte do Templo, e sentindo a "mão de Deus em todos os acontecimentos que ocorrem em Israel nestes tempos finais em que estamos vivendo." Assim, podemos ver que o conhecimento de Salomon da profecia bíblica é tal que pode reconhecer a mão de Deus ativa em Israel exatamente agora nos tempos finais.

"... o destino de Israel e de toda a humanidade será decidido neste lugar santo... Ele está atuando da sua maneira e os eventos dos últimos meses, com a violência da assim-chamada 'Autoridade Palestina' contra Israel, que iniciou no Monte do Templo e que ocorreu principalmente em volta do Monte do Templo e nossa campanha para libertá-lo, para reconstruir o templo, abriu os olhos da nação de Israel, secular e religiosa... Muitos israelenses seculares, religiosos e ultra-religiosos dizem-nos todos os dias: 'Agora reconhecemos que muitos de nós estávamos errados e que vocês estavam certos'. Eles se juntam a nós e nos encorajam, dizendo que nossa campanha foi a mais importante na história moderna de Israel. Mais do que isso, muitos grupos, seculares e religiosos, estão sendo formados e estão entrando na campanha pelo Monte do Templo."

Arafat não tem mais escolha, senão caminhar para a guerra. Ele traiu a confiança dos cidadãos israelenses de esquerda, com a violência palestina iniciada em 29 de setembro de 2000, em resposta à visita de Ariel Sharon ao Monte do Templo. Os judeus esquerdistas subitamente puderam ver a verdadeira face dos palestinos; puderam ver o ódio no mais alto grau. O eleitor de esquerda compreendeu que os palestinos querem somente a total destruição de Israel, não a convivência pacífica. Essa radicalização contribuiu para a campanha dos Fiéis do Monte do Templo para reconstruírem o Templo.

Vamos agora voltar para o relatório de Salomon:

"No evento da noite passada, eu e muitos outros tínhamos lágrimas nos olhos... Podíamos sentir a presença de Deus naquele emocionante evento, sei que teremos muitos outros e que logo veremos a reconstrução da casa de Deus no Monte do Templo. Nunca duvidei que isso aconteceria. Confiei na palavra de Deus na profecia e agradeço a Ele de todo meu coração por responder às nossas orações e fazer isso durante a nossa existência."

Assim, podemos ver que Salomon está confiando na palavra de Deus na profecia com todo seu coração e está pedindo para que Deus responda às suas orações. Sabemos que Deus determinou que Israel "purificará" o Monte do Templo [o monte Sião], para torná-lo "santo" para o Senhor, como nos dias antigos. Podemos ver essa intenção em Obadias 17:

"Mas no monte Sião haverá livramento, e ele será santo; e os da casa de Jacó possuirão as suas herdades."

O único modo em que o monte Sião poderá ser "santificado" novamente é com a remoção do ofensivo templo islâmico Domo da Rocha que está agora situado no antigo Átrio dos Gentios. Podemos ver nesse verso em Obadias que tornar esse sítio santo novamente resultará em um número significativo de baixas, mas Deus promete livramento para aqueles que escaparem.

Não se engane a respeito do fato que o Plano Iluminista prevê a destruição do Domo da Rocha antes do aparecimento do Cristo deles, o Anticristo bíblico. Veja a citação apropriada com a compreensão que o "Novo Davi" mencionado é o Cristo da Nova Era dos Iluministas, o Anticristo bíblico:

"... o Novo Davi simplesmente precisará ser aclamado como tal ao entrar no Harem es-Sharif pela Porta Dourada... ele precisa ser formalmente entronizado e ungido com azeite [um símbolo de Salmos 45:6-7] entre as ruínas do Domo da Rocha... " [Peter Lemesurier, The Armageddon Script (leia a resenha), pg 235]

Assim, os Iluministas planejam a destruição física do Domo da Rocha. Informamos no artigo O Governo Pró-Ocidente da Turquia Deverá Cair - O Cumprimento das Profecias Requer Isso que Arafat (ou palestinos, seja qual for o líder) pode estar planejando explodir o Domo e lançar a culpa nos grupos de zelotes da extrema-direita judaica. Vimos várias reportagens da imprensa nos últimos meses em que os membros do governo esquerdista de Barak expressam a "preocupação" que os extremistas da direita em Israel destruam o Domo da Rocha [chamado de Al Aqsa pelos islamitas]. Certamente, quando essa mesquita islâmica for explodida, todo o mundo islâmico ficará unido como nunca antes, para guerrear contra Israel. Será se Gershon Salomon está ciente que esse grave fato pode estar previsto na profecia? Veja:

"Parece que até esse momento passaremos por eventos difíceis, incluindo a guerra contra Gogue e Magogue, que todos em Israel sentem que ocorrerá em breve. Essas são as dores de parto da redenção e o Deus de Israel prometeu lutar como nos dias da batalha e derrotar todos os nossos inimigos. Portanto, somos muito fortes com Deus e com suas promessas e, em breve, veremos o cumprimento de todas suas palavras proféticas e sua maravilhosa visão e vontade se tornarão realidade."

Exatamente como Jesus predisse em Mateus 24:8, Salomon vê os "eventos difíceis" por volta deste tempo na história de Israel como "dores do parto". E, quais são essas "dores do parto" preditas por Jesus Cristo? "Ouvireis de guerras e rumores de guerras... Porquanto, se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos em vários lugares" [versos 6-7]

Certamente vemos essa escalada de eventos no Oriente Médio, com o monte Sião, o Monte do Templo - e Jerusalém tornando-se o "copo de tremor", conforme profetizado em Zacarias 12:2-9, para preparar o cenário para a segunda vinda de Cristo em 12:10.

Salomon então conclui com estas palavras:

"Ninguém pode parar esse processo divino que está ocorrendo agora na terra de Israel. Aconselho a todos, no mundo, a prestar atenção a essa revolução pela qual Israel, o povo de Deus, está passando e continuará a passar no futuro próximo. Aconselho a todos erguer os olhos para o Monte do Templo, aqui será a razão e o foco de todos esses eventos proféticos... O Movimento dos Fiéis do Monte do Templo e da Terra de Israel convoca todos a serem participantes da campanha profética e histórica do fim dos tempos e juntos fazer tudo isso acontecer e a superar todos os inimigos de Deus e do povo de Israel que são agora tão numerosos. Em Deus confiamos."

NOTA Monte do Sinai: O mundo evangélico, assim comoo aoutor judeu citado, não entendem que a expressão “Fim dos Tempos” é uma referencia à Volta de Jesus – onde a Grande Tribulação terá chegado ao seu fim – e não ao Fim, dos tempos que se dará, segundo o Apoc 20, após o milênio!

Com líderes nacionais, como Gershon Salomon, tão cientes das profecias relacionadas com o fim dos tempos que estão ocorrendo agora em Israel, parece que estamos diante do cumprimento da passagem em Joel 2 que fala sobre o tempo em que Deus derramará seu Espírito sobre o povo restaurado de Israel:

"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito." [Joel 2:28]

Acreditamos que seja altamente provável que estejamos do início desse derramamento do Espírito de DEUS sobre os eleitos de Israel. Parece que Deus está atuando de acordo com um calendário que somente pode ser vagamente familiar para nós. Essa revelação que exatamente há dois mil anos, de janeiro a março do ano 3 a.EC, circunstâncias similares estavam ocorrendo em torno do monte Sião parece falar claramente desse calendário divino.

Além disso, os Iluministas também estão marchando em direção ao calendário de Deus. Sabemos que a Nova Ordem Mundial foi criada oficialmente durante o período de 28 de agosto a 10 de setembro de 2000, quando foram realizadas três Conferências do Anticristo nas Nações Unidas. Esse fato significa que os Iluministas estão em sua escala programada de 224 anos para criar o Reino do Anticristo. Agora, tudo o que estão aguardando é que o homem deles apareça na cena mundial. No entanto, esse momento exato, quando ele aparecerá, depende do calendário de Deus, não do calendário deles. Assim, estamos interessados em ver evidências que indiquem que o tempo é agora também no calendário de Deus.

Se esse for o caso, então a humanidade está na iminência de tempos terríveis. O próximo verso no texto referido em Joel 2, diz:

"E mostrarei prodígios no céu, e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR." [Joel 2:30-31]

O "grande e terrível dia do Senhor" é o período da Grande Tribulação (Sete Últimas Pragas). Portanto, esses sinais precederão o início do período da Tribulação e, se nossa leitura das "dores de parto" de Mateus 24 estiver correta, precederá a tentativa do Anticristo em estabelecer o seu governo.

O plano da Nova Ordem Mundial de colocar o Anticristo em cena corre paralelamente a essa Escritura. Veja o plano:

"É verdade que sem o problema da população ou da bomba, o eleito usaria alguma outra desculpa para trazer a Nova Ordem Mundial. Eles têm planos de provocar coisas como terremotos, guerras, o Messias, aterrissagem de naves espaciais, e o colapso econômico... Você consegue imaginar o que acontecerá se a cidade de Los Angeles for atingida por um terremoto de 9 graus, Nova York for destruída por um artefato nuclear plantado por um grupo terrorista, a Terceira Guerra Mundial for deflagrada no Oriente Médio, os bancos e as bolsas de valores entrarem em colapso, extraterrestres aterrissarem nos jardins da Casa Branca, a comida desaparecer dos supermercados, algumas pessoas sumirem (o tal de Arrebatamento Secreto que os satanistas inculcaram entre os crentes para impedir que identifiquem o falso messias), o Messias apresentar-se ao mundo, e tudo isso em um período curto de tempo?" [William Cooper, Behold a Pale Horse (leia a resenha no Fim deste Estudo), pg 177]

Observe que Cooper coloca o arrebatamento da igreja (anti-bíblico) imediatamente antes do momento em que o falso Messias se apresentará ao mundo. Durante esse período para produzir o Anticristo, na Terceira Guerra Mundial, sobre a qual ele fala, certamente as armas atômicas serão utilizadas.

NOTA Monte  do Sinai: Uma única passagem bíblica com palavras do próprio Jesus nos mostra a falácia deste tal de arrebatamento Secreto que tem por base que a IGREJA não estará na Terra (nos céus) durante este pretenso governo do anti-cristo, que segundo eles, seria a Grande Tribulação; leia: Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais lhe ajuntarão os escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus. Mat 24:29-31 (confirmando Joel 2) – Os escolhido serão resgatados LOGO DEPOIS da GRANDE TRIBULAÇÃO! Os SALVOS não estavam no céu?

Finalmente, observe que Gershon Salomon está ciente da guerra de "Gogue e Magogue", e diz que muitos em Israel também estão sabendo que ela acontecerá. Logicamente, ele está falando aqui da profecia de Ezequiel 38-39 da Rússia [Gogue e Magogue] invadir Israel no "fim dos anos" [38:6], imediatamente após Israel voltar à sua terra em Ezequiel 36-37. A Rússia hoje dispõe dos armamentos mais avançados que existem na Terra, e está acumulando materiais e tropas na província da Chechênia, localizada próxima ao Oriente Médio. Após Israel vencer novamente a vindoura guerra árabe-israelense, aniquilar os palestinos em cumprimento a Obadias 15-18, destruir os exércitos da Síria, da Jordânia e do Egito, dando assim início à Terceira Guerra Mundial, que produzirá o Anticristo, então a Rússia começará a se mobilizar. Ela sairá em campo para cumprir a tarefa que os sucessivos exércitos árabes - a maioria dos quais estava equipado com armamentos de fabricação russa - não conseguirem cumprir, isto é, destruir Israel.

Neste momento, aqui e agora, podemos estar na iminência dessa guerra. Acho altamente significativo que Deu parece estar movendo muitos judeus de posições políticas e religiosas esquerdistas para a direita. Essa mudança de posição está propiciando o momento de construir no Monte do Templo, que resultará na destruição do Domo da Rocha e na construção do Templo.

NOTA Monte do Sinai: Veja como ficou o quadro político de Israel agora com o afastamento forçado – quadro médico – de seu primeiro ministro!

Não se engane sobre outro fator em toda essa equação. A Maçonaria ocidental centraliza toda sua lenda em torno de Hirão-Abi, o arquiteto responsável pela construção do templo do rei Salomão. Na lenda maçônica, ele foi assassinado por três "rufiões" no Monte do Templo por recusar-se a revelar os segredos. A Maçonaria ocidental está muito interessada na reconstrução desse templo, pois daria uma sólida realidade à antiga lenda sobre Hirão-Abi.

O templo será reconstruído, e estamos vendo o desdobramento dos eventos que permitirão sua reconstrução, diante dos nossos olhos, nas notícias do dia a dia. Verdadeiramente, eventos como esse demonstram que estamos vivendo nos dias que antecedem a Volta de Jesus!!!.

 

RESENHA:

Informações Bibliográficas: "Behold a Pale Horse", de Milton William Cooper, publicado pela Light Technology Publishing, ISBN 0929385225.

Propósito Declarado do Autor: Cooper escreve sobre a vindoura Nova Ordem Mundial e o Plano, que a "Elite Poderosa" dos EUA e do mundo estão implementando para produzir o governo, a economia e a religião globais. Cooper está determinado a se opor a esse governo global e mostra com um senso de urgência como o Plano está sendo implementado atualmente.

Pontos Fundamentais: 1) O Plano da Nova Ordem Mundial originou-se com sociedade secreta Mestres dos Illuminati, e continua com a Maçonaria; 2) O Governo global pretende ser a ditadura mais repressiva na história humana; 3) A Economia globalizada ajudará o governo na escravização da humanidade. Cooper, de forma singular e precisa, descreve como os Illuminati descobriram que a Economia funciona exatamente como um circuito elétrico, e como a corrente, o endividamento proposital, "provocará uma descarga violenta", exatamente como um acúmulo de carga em um circuito elétrico; 4) Os “OVNIs e os extraterrestres” são parte do plano para produzir o Anticristo; 5) Cooper inclui o texto completo dos Protocolos dos Sábios de Sião; 6) Revela a cooperação entre os governos ocidentais, os governos socialistas - liderados pela Rússia e pela China - e o Vaticano para alcançar a Nova Ordem Mundial; 7) Mostra como as drogas estão sendo usadas para implementar a Nova Ordem; 8) Oferece documentos interessantes no final do livro, que mostram o envolvimento do governo dos EUA em muitas áreas diferentes para produzir essa vindoura Nova Ordem Mundial; 9) Faz uma advertência especial a todos os patriotas.

Importância do Livro; Contribuição Oferecida: Cooper oferece muitas informações de primeira mão com base em sua carreira na Inteligência Naval, sobre a liderança enérgica que o governo americano está oferecendo para implementar esse sistema global de governo, de economia e de religião.

As Informações Apresentadas São Novas? A maior parte das informações é nova, no sentido que é de uma perspectiva singular.

Se as Informações Não São Novas, Acrescenta Novidades? Sim, pois o autor se baseou em muitas fontes internas do governo.

Confirmação de Outras Fontes: As informações sobre o envolvimento do Vaticano confirma o livro The Keys to This Blood, de Malachi Martin. O papa buscou a posição de líder supremo na religião da Nova Ordem Mundial, as Religiões Unidas. O livro The Armageddon Script, de Peter Lemesurier também confirma outras informações.

Recomendação: Recomendamos muito este livro. Entretanto, embora Cooper afirme ser um cristão nascido de novo, conversei prolongadamente com ele e verifiquei que não tem alguns dos frutos de Yaohushua. Recomendamos que você confirme o material do livro com outras fontes, especialmente fontes de Nova Era e que não use nenhum material que não possa confirmar.

 

CIC – Congregação Israelita ‘o Caminho’

http://ocaminho.tripod.com

By

Ministério Estudando a Bíblia

http://estudandoabiblia.tripod.com

 

 

 

 

 

 


Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são um tempo em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do espírito de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que Ele é real e que o Fim dos Tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna em Seu Reino, como se já estivesse com Ele.  Se quiser saber como nascer de novo, CLIC AQUI AGORA!!!

No entanto, se a dificuldade está nas doutrinas (de homens) que a sua igreja prega, siga então o último conselho bíblico: Saia dela Povo Meu! Apoc 18:4.

...E, se Eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para Mim mesmo, para que onde Eu estiver estejais vós também. João 14:3

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam que Jesus está às portas!!!

Que Deus o abençoe.

Clic Aqui para enviar esta Matéria para um amigo!

 

HOME

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

..